Redmi 2 vs. Moto G 4G 2015

Durante o evento de lançamento do Xiaomi Redmi 2 no Brasil, Hugo Barra, VP do gigante de tecnologia na China, usou uma tabela comparativa mostrando o Redmi 2 ao lado daqueles que a empresa acredita serem os concorrentes diretos do aparelho no país. Um deles, claro, é a segunda geração do Motorola Moto G na versão 4G. Neste artigo, você confere uma comparação direta entre as especificações técnicas do smartphone da Mi com as do Moto G 4G segunda geração.

 

Xiaomi Redmi 2 vs. Motorola Moto G 4G 2015 - Data de lançamento e preço

Ambos os dispositivos foram lançados em janeiro de 2015, mas o Redmi 2 estará disponível apenas a partir do dia 7 de julho. Como estou usando o preço das lojas oficiais de ambas as fabricantes no país, neste comparativo usamos a variante de 16GB de memória interna da segunda geração do Moto G 4G e a variante de 8GB de armazenamento do Redmi 2.
XIAOMI REDMI 2
R$ 499,00 à vista ou
R$ 549,00 em até 10x sem juros
MOTOROLA MOTO G 4G (2ª GERAÇÃO)
R$ 882,55 à vista no boleto
R$ 929,00 em até 10x sem juros

Xiaomi Redmi 2 vs. Motorola Moto G 4G 2015 - Software

Aqui mora a primeira grande diferença entre os dois dispositivos. Enquanto a Motorola é conhecida por entregar uma experiência muito próxima daquilo que temos na versão pura do Android, a Xiaomi é uma empresa que investe em software e possui uma das ROMs customizadas mais populares do Android que é a MIUI 6. O Moto G 4G já está rodando com Android Lollipop e o Redmi 2 ainda usa como base o KitKat. Contudo, as funções de software do dispositivo da Mi são personalizadas e oferecem recursos avançados que nem o Android stock possui ou que substituem as funções adicionadas ao Lollipop, como as notificações inteligentes de chamadas na tela ou o acesso rápido à lanterna, por exemplo.
Além disso, vale dizer que novas funcionalidades são desenvolvidas e atualizadas em um ciclo quinzenal pela Xiaomi e que a Motorola é uma das fabricantes que mais tem investido em atualizações do sistema operacional da sua linha principal. Quero dizer com isso que, apesar de você ver a MIUI 6 usando como base o Android 4.4.4 KitKat, isso necessariamente não significa que o aparelho esteja estacionado em uma versão anterior da plataforma da Google.

Xiaomi Redmi 2 vs. Motorola Moto G 4G 2015 - Especificações técnicas

Antes de passar para as características de hardware dos dois dispositivos, segue aqui uma tabela comparando as especificações técnicas de ambos:

XIAOMI REDMI 2MOTOROLA MOTO G 4G 2015
MODELO:Ainda não disponível.Ainda não disponível.
FABRICANTE:XiaomiMotorola
DIMENSÕES:133,9 x 67,1 x 9,4 mm141,5 x 70,7 x 11 mm
PESO:134 g155 g
TAMANHO DA BATERIA:2200 mAh2390 mAh
TAMANHO DA TELA:4,7 polegadas5 polegadas
TECNOLOGIA DA TELA:LCDLCD
TELA:1280 x 720 pixels (312 ppi)1280 x 720 pixels (294 ppi)
CÂMERA FRONTAL2 megapixels2 megapixels
CÂMERA TRASEIRA8 megapixels8 megapixels
FLASH:LEDLED
VERSÃO DO ANDROID:4.4.4 - KitKat5.0.2 - Lollipop
INTERFACE:MIUIStock Android
RAM:1024 MB1024 MB
MEMÓRIA INTERNA:8 GB8 GB
16 GB
MEMÓRIA REMOVÍVEL:microSDmicroSD
CHIPSET:Qualcomm Snapdragon 410Qualcomm Snapdragon 400
NÚMERO DE NÚCLEOS:44
VELOCIDADE MÁX.1,2 GHz1,2 GHz
CONECTIVIDADELTE, Dual-SIMLTE, Dual-SIM , Bluetooth 4.0

Xiaomi Redmi 2 vs. Motorola Moto G 4G 2015 - Tela

A tela da segunda geração do Moto G 4G possui 5 polegadas de diagonal e praticamente as mesmas características da tela do Redmi 2, que possui uma diagonal um pouco menor: 4,7 polegadas. Assim, ambas usam a tecnologia LCD e resolução HD de 1280 x 720p. Aqui, o fato da tela do Redmi 2 ser um pouco menor dá ao smartphone da Mi uma vantagem em relação à densidade de pixel por polegada da tela. Enquanto o Redmi 2 possui 312 ppp, o Moto G 4G oferece 294 ppp.



Um processador com extensão x64 oferece mais desempenho ao celular. / © Xiaomi

Porém, mesmo que o Redmi 2 chegue ao mercado com um processador Snapdragon 410, a versão de software do aparelho ainda precisa ser atualizada para o Lollipop como plataforma de base, caso contrário os usuários não saberão como o software se comportará em relação ao hardware de 64 bits. Mas as chances do Redmi 2 são infinitamente maiores neste sentido.
Por fim, o Redmi 2 rodando com Lollipop oferecerá mais memória, logo mais ritmo de trabalho, maior segurança por suportar um número maior de criptografias complexas, mais detalhes em jogos e menor consumo de energia.

Xiaomi Redmi 2 vs. Motorola Moto G 4G 2015 - Processador


Na escolha do processador está a grande diferença entre o Redmi 2 vs. Moto G 2014 na versão 4G. Enquanto o mid-range da Mi utiliza o processador Snapdragon 410 com suporte para 64 bits, o da Motorola é embalado pelo Snapdragon 400, que não oferece a mesma tecnologia. E sim, isso influencia diretamente em como o aparelho irá responder em seis ou 12 meses de uso. O Android Lollipop é a primeira versão da plataforma da Google a oferecer suporte para tal extensão e este é o futuro da plataforma. Logo, mesmo que o Moto G 4G esteja rodando com Android Lollipop, as chances dos usuários contarem com tal benefício são nulas.

Xiaomi Redmi 2 vs. Motorola Moto G 4G 2015 - Câmera

Assim como a tela, os dois aparelho possuem basicamente o mesmo sensor de câmera traseira e frontal, respectivamente, 8 MP e 2 MP. As duas fabricantes trabalham em parceria com a Sony na construção destes sensores e o grande diferencial aqui é feito no software da câmera. Enquanto a companhia da Lenovo oferece um aplicativo um pouco mais aprimorado que o do Android stock, a Xiaomi oferece uma série de modos que você não encontra nos aparelhos da Motorola, como o "beautiful", que atribui idade e sexo às pessoas da foto e permite aplicar até 36 filtros inteligentes.

Xiaomi Redmi 2 vs. Motorola Moto G 4G 2015 - Bateria

A bateria do Redmi 2 é menor em números absolutos, são 2.200 mAh contra 2.390 mAh da segunda geração do Moto G 4G. Contudo, isso possibilita que as dimensões do Redmi 2 sejam menores, bem como seu peso (compare os valores na tabela acima). Além disso, a MIUI 6 possui opções de gerenciamento avançado de energia em comparação aquele que temos no Android stock, que na minha opinião ainda não é satisfatório no Lollipop. Outra questão a ser analisada aqui é o tamanho da tela do Moto G 4G que acabará consumindo mais energia no final do dia.
Por último, o Redmi 2 é embalado por um processador Snapdragon com suporte para 64 bits, contudo, como ainda utiliza o KitKat como base, apenas sentiremos o reflexo no consumo da bateria do dispositivo quando a ROM estiver sendo usada em conjunto com o Lollipop. Mas desde já posso afirmar que o Redmi 2 possui essa chance, o Moto G 4G não.

Xiaomi Redmi 2 vs. Motorola Moto G 4G 2015 - Embate de mid-ranges ano?

Neste comparativo, o Redmi 2 é a melhor opção, apesar de oferecer um armazenamento interno menor. Como dito acima, as chances de não ficar ultrapassado com o tempo são maiores e o uso de um cartão microSD pode solucionar o problema de memória. Além disso, o preço do smartphone é bem mais acessível. Entretanto, se ainda assim você preferir ter um dispositivo da Motorola em detrimento ao da Xiaomi, indico o Moto E 2015 na versão 4G, pois possui um processador mais competitivo que a segunda geração do Moto G 4G e perde apenas em resolução de tela e sensor de câmera. Ou então esperar pelo lançamento da terceira geração do Moto G, programada para setembro deste ano.




*Gostou do site? De uma força para gente, curta nossa page no facebook e fique por dentro das novidades de tudo que rola no site!

Related

NOTICIAS E CURIOSIDADES 8842195935770828214

Postar um comentário

emo-but-icon

Canal Play android Apk no YouTube com os melhores vídeos sobre android (Dicas, Tutoriais e Gameplays). "Dê um PLAY em seu android".

Pesquisar este site

Carregando...

PLAY android APK

item