NOTÍCIA: Vodafone pretende entrar no mercado brasileiro comprando ou a TIM, ou Claro ou a Vivo

Você já deve ter ouvido falar da Vodafone, mesmo sem ela trabalhar ativamente no mercado brasileiro. Isso porque ela é a segunda mai...


Você já deve ter ouvido falar da Vodafone, mesmo sem ela trabalhar ativamente no mercado brasileiro. Isso porque ela é a segunda maior empresa de telecomunicações do mundo, perdendo apenas para China Mobile. A coluna Panorâmica, do Estadão, afirmou ter tido acesso a documentos confidenciais que revelam que ela está querendo entrar de vez no mercado brasileiro, mas sem participar do leilão do 4G para a faixa de 700 MHz. Ela entraria adquirindo uma das três maiores operadoras brasileiras. A preferência é pela TIM.

O documento ao qual teve acesso o Estadão descreve o plano da Vodafone e foi retirado de uma reunião entre executivos da empresa e autoridades brasileiras que aconteceu na embaixada do Brasil em Londres. Essa reunião teria sido feita no dia 31 de julho. A Vodafone já atua no Brasil, mas atende apenas clientes corporativos e com o serviço M2M, que permite que os aparelhos se intercomuniquem via redes móveis sem a intervenção humana.

A Vodafone deve ter usado esse tempo no Brasil para estudar o mercado e concluiu que começar as operações aqui do zero seria muito caro e inviável. Sairia mais barato comprar uma das três maiores operadoras do país. Assim, além da infraestrutura já montada a empresa levaria toda uma base de clientes já conseguida ao longo dos anos. Haveria uma economia e tanto, levando-se em conta que se fosse começar do zero a Vodafone precisaria comprar o maquinário, pagar mão de obra para a montagem das antenas e da infraestrutura, contratar pessoal, investir em marketing e participar do leilão do 4G.

De acordo com o ranking da Anatel, a operadora com maior participação no Brasil é a Vivo, com 28,78% dos clientes. Esses são dados do primeiro semestre de 2014. A segunda, na cola, é a TIM, com 26,91%. A Claro aparece na terceira posição com 24,95%. A Oi possui 18,53% e foi descartada por não possuir uma base tão grande de clientes.

Pela lógica seria melhor escolher a Vivo, que tem maior participação. Mas como diz o ditado de que a "oportunidade faz o ladrão", a oportunidade aqui coloca a TIM na preferência dos executivos da Vodafone. Isso porque a empresa espanhola Telefónica é dona da Vivo mas controla uma parte da Telecom Italia, que por sua vez é dona da TIM. O CADE já disse que a Telefónica precisa escolher uma das duas. Não tendo saída, ela optará por ficar com a Vivo, por motivos óbvios. Aí a TIM ficará livre para a Vodafone tentar a compra.

A América Móvil, dona da Claro, se mostrou desinteressada em negociar. Assim, a TIM é a bola da vez para a Vodafone. Infelizmente os detalhes são muito escassos e não temos como saber os valores das possíveis ofertas. As empresas envolvidas nesta negociação também se mostram completamente fechadas para comentar este assunto. Mas conhecendo o histórico da Vodafone, é bem capaz que ela se valha de uma estratégia agressiva para comprar a TIM. No começo desse ano ela comprou a operadora de internet à cabo Ono por 7,2 bilhões de dólares e aumentou, assim, a sua participação na Espanha, casa da Telefónica.

Ela pode estar querendo fazer o mesmo aqui. Ao comprar a TIM, concorrerá direto com a Telefónica, dona da Vivo e, talvez, ampliando a rede e fazendo promoções, possa usar o fator novidade para dominar o mercado brasileiro. Se acontecer mesmo será uma briga interessante de se assistir. Quem ganha com isso, além dos empresários, somos nós, os consumidores.

Fonte: Estadão


*Gostou do site? De uma força para gente, curta nossa page no facebook e fique por dentro das novidades de tudo que rola no site!

Related

NOTICIAS E CURIOSIDADES 8295834560989623832

Postar um comentário

emo-but-icon

Canal Play android Apk no YouTube com os melhores vídeos sobre android (Dicas, Tutoriais e Gameplays). "Dê um PLAY em seu android".

Pesquisar este site

PLAY android APK

item